o seu olhar melhora o meu...

(Arnaldo Antunes)



não vemos as coisas como são: vemos as coisas como somos.

(Anais Nin)

25 de set de 2013

musa impassível




Musa Impassível 

História (Wickipédia)

Em 1920, no enterro da poetisa Francisca Júlia, os futuros revolucionários da Semana de Arte Moderna que ali compareceram - Oswald de Andrade, Menotti Del Picchia, Guilherme de Almeida, Martins Fontes, Paulo Setúbal, Ciro Costa (que falou à beira-túmulo) e Di Cavalcanti, entre outros - decidem homenageá-la com um mausoléu!
Foi o próprio presidente Washington Luís quem pagou Brecheret para fazer a estátua, num encontro em Paris.
A notável estátua é a "Musa Impassível", um mármore criado pelo cinzel triunfal de Victor Brecheret.
" Na augusta expressão dos seus olhos, do seu busto erecto, das suas mãos ritmicas, há toda a grandeza e a beleza daquela musa impassível da formidável parnasiana que concebeu e realizou a "Dança das Centauras". "
A estátua estava sobre o terreno perpétuo nº 9 (concedido a Júlio César da Silva) da quadra 6-A, do Cemitério do Araçá e era uma das 80 obras catalogadas, espalhadas entre túmulos e mausoléus antigos. Foi redescoberta por acaso, em 1992, por Sandra Brecheret, filha do escultor, durante uma ida ao cemitério. 
Em 2006 a estátua foi levada à Pinacoteca de São Paulo para restauração e exibição pública.
Uma réplica em bronze substituiria a peça original no Cemitério do Araçá. 

.

2 comentários:

Sylvio de Alencar. disse...

Muito bom para todos nós esses seus passeios.

Sylvio de Alencar. disse...

Vendo aqui os blogs relacionados... Ótimas dicas, Mercedes! Está muito legal este blog!!